ENTREVISTA

Abr-25-2011

ENTREVISTA – Claudia Klein, ex-Diretora-Superintendente de RH da L´Oréal Brasil, fala sobre o seu blog "Salada Corporativa"

Por Alexandre Peconick (texto e foto)

Claudia Klein mostra que acessar seu blog é muito simples e pode ser feito pelo celular

    A experiência de quase duas décadas em Gestão de Pessoas, mais a paixão por escrever e a sede por explorar um novo universo, levaram a executiva Claudia Klein, ex-Diretora-Superintendente de RH da L´Oréal Brasil a investir na criação e desenvolvimento de um blog corporativo, que leva o nome de "Salada Corporativa" (www.SaladaCorporativa.com.br), também por associar as ferramentas profissionais também às dicas de viagens e bons restaurantes.

    Quem cria um blog, segundo Claudia, é também um "curioso por natureza". Esta carioca, com alma de paulista, 40 anos, que atua como coach e consultora em temas como "Estratégias de RH" e "Empreendedorismo" é também professora-convidada dos cursos de MBA e especialização da UFF/Latec, FGV Management e UFRJ/COPPEAD.

    Sócia da Argumentare Desenvolvimento Organizacional, ela iniciou sua trajetória dando ênfase à formação: graduou-se em Estatística, fez pós-graduação em Engenharia Econômica, MBA Executivo pela COPPEAD/UFRJ e formação em Coaching pela Columbia University (EUA). Sua trajetória profissional teve início na Brahma (atual AmBev) em 1992, época em que atuou nas áreas de Logística e Recursos Humanos (segmento de Remuneração e depois Generalista). O passo seguinte foi na área de Telecom na Nortel Networks e depois na ATL (atual Claro). O aprendizado sobre mix de culturas foi extremamente rico, segundo esta voluntária do Instituto Endeavor (empreendedorismo).

    No "Salada Corporativa", Claudia tem a colaboração das sócias Joseana Pereira e Silvana Andrade.

SITE DO GRUPO LET – Como foi o seu primeiro contato com um blog?

Claudia Klein – A primeira vez que vi e acessei um blog não tinha a menor ideia de fazer um para mim. Gosto muito de restaurantes e vi o blog do Restaurante Carlotta, dentro do site do mesmo. Isso me despertou. Ué, por que um restaurante tem um blog? Analisei com calma a questão até entender que a relação desse proprietário do restaurante vai muito além do business, ou seja, está calcada em algo que a pessoa tem prazer e satisfação em atuar.

SITE DO GRUPO LET – Além disso, o que mais você percebeu de interessante neste primeiro contato?

Claudia Klein - Comecei a perceber também o quanto um blog tem a capacidade de passar com clareza a paixão por um determinado assunto. É nítido que se está diante de um interlocutor que gosta e entende bastante sobre aquele tema e consequentemente isso cria uma relação de confiança com o leitor em relação à qualidade do conteúdo em agregar conhecimento.

SITE DO GRUPO LET – E a partir daí como surgiu e se desenvolveu a sua ideia de criar um blog corporativo?

Claudia Klein – Desde o momento em que eu vi esse blog do Carlotta comecei a refletir o quanto o meu domínio e prazer pelos temas de Gestão de Pessoas poderia ser dividido e levado a muitas pessoas. Adoro escrever e pensei: por quê não produzir um blog com esta paixão?! E o blog me dá um dinamismo de interação com as pessoas.

SITE DO GRUPO LET – Enquanto você estava dentro do dia a dia das empresas tinha oportunidade de navegar por redes sociais ou essa oportunidade era muito reduzida em termos de tempo?

Claudia Klein – Era muito pequena essa oportunidade. Pode-se dizer que eu era um pouco "analfabeta das mídias sociais". Estou no Linked In há apenas três anos e estava começando esse meu contato. Só intensifiquei esse tipo de interatividade depois que foquei no blog.

SITE DO GRUPO LET – Antes de colocar no ar o seu blog, você realizou pesquisas de outros blogs ou leu alguma bibliografia?

Claudia Klein – Quando decidi fazer mesmo o blog pela mudança de carreira que fiz, o primeiro passo foi buscar aprofundamento em livros como por exemplo "Cauda Longa", de Chris Anderson; "Teoria da Convergência", do Henry Jenkins; "Blog Corporativo", do Fabio Biagini; "Blog & Marketing", de um autor americano, entre outros.

SITE DO GRUPO LET – E o que o seu blog, o "Salada Corporativa" traz de novo?

Claudia Klein – Trato a questão do Empreendedorismo, todas as questões de Liderança, que são os temas aos quais me dedico, mas também associo estes temas aos meus hobbies, como viagens e restaurantes. Falo, por exemplo, de relacionamentos dos gestores com suas equipes, os cuidados com a cobrança diária por resultados. É preciso ter cuidado com essa prática de cobrar mais quando se tem menos recursos.

SITE DO GRUPO LET – Por que?

Claudia Klein - Porque isso causa um nível de estresse tamanho nos líderes, fazendo com que, infelizmente, muitos deles se esqueçam o significado da responsabilidade que têm diante de seus liderados. Focar só em resultados muitas vezes nos faz deixar de lado o desenvolvimento de pessoas. Falo de desenvolvimento não com o cunho paternalista ou assistencialista, mas aquele que é medido como necessário e benéfico para a sustentabilidade da organização.

"O que eu escrevo está ligado à reflexão da postura ou atitude que escolhemos como gestores ou profissionais." Claudia Klein

SITE DO GRUPO LET – Falta em muitos dos líderes atuais a capacidade de perceber de que eles precisam se dar um tempo para refletir sobre suas próprias ferramentas de gestão?

Claudia Klein – Sem sombra de dúvida de que sim! E muito disso é alimentado por questões pessoais, ou seja, porque o executivo não tem mesmo esse perfil e pelas questões do tempo. A empresa está cada vez mais lutando para cumprir metas em prazos mais curtos. Eu escrevo para executivos que não querem sucumbir diante da ditadura do tempo. Que buscam formas de não sucumbir. O risco que as empresas correm quando pedem mais rapidez oferecendo menos recursos a tendência natural dos executivos é a de repetir fórmulas que já deram certo. Isso significa que se você sucumbe a este modelo, começa a perder a capacidade de inovar.

SITE DO GRUPO LET – E você tem um bom feedback dos líderes quando escreve para eles?

Claudia Klein – Sim. Diversos. Mesmo porque a linguagem que uso no blog é muito informal. Falo em primeira pessoa, dos sentimentos, do medo, das minhas experiências. E sem preocupação se vou ser bem ou mal avaliada. É uma exposição de situações que vivi e das que recebo dos internautas por e-mail. Um exemplo de tema que publiquei se chamava "Candidato pede respeito". Um internauta que está participando de uma série de processos seletivos no mercado e pontua que não tem retorno. A pessoa vai para a entrevista e nunca mais ligam para ela. Digo que ela deveria receber retorno mesmo que negativo esclarecendo os porquês e as oportunidades de melhoria.

SITE DO GRUPO LET – O blog também é um espaço de soma de conhecimentos, fale um pouco sobre os colaboradores que também escrevem para ele...

Claudia Klein – Somos três autoras. Eu e mais duas "chefs" convidadas, que são minhas sócias: Joseana Pereira e Silvana Andrade. A Joseana foi executiva na Ericsson e a Silvana vem se dedicando à vida acadêmica. Tem mestrado em Projetos Sociais e Bens Culturais pela Fundação Getúlio Vargas.

SITE DO GRUPO LET – A antes de criar o blog, você já exercia atividades voluntárias de Empreendedorismo pelo Instituto Endeavor; essas atividades continuam?

Claudia Klein – Sim. Sou Mentora Endeavor; este foi um presente em minha vida: a oportunidade de ter contato com pessoas que naturalmente vêem mais longe. Por meio da mudança de carreira eu intensifiquei este tipo de atividade, pois desloquei meu tempo do mundo executivo para outro universo de atividades e dentro desse universo o blog me ajuda como ferramenta para transmitir informações.

SITE DO GRUPO LET – Fale das outras seções do blog, além dos textos de temas da Gestão de Pessoas?

Claudia Klein – Começo a te responder esta questão pela própria explicação do nome Salada Corporativa. Vem do meu desejo de aprofundar temas que até possam desmistificar essa máxima de que "vida pessoal e trabalho não se misturam". Queria falar das experiências de lazer também. Eu não recomendo coisas que eu, ou que as minhas sócias, não tenhamos vivenciado. Existe a seção "RECEITAS", que são textos contando experiências de algo que vivi e o que eu fiz, compartilho situações de minha vivência profissional. Outra seção é a "INGREDIENTES", texto das chefs convidadas e outros autores sobre os mesmos temas que eu trato – são contribuições, afinal, o ponto de vista não é algo único. A terceira seção se chama "TEMPERO", são dicas de restaurantes e de lazer. Digo que não existem RECEITAS, sem INGREDIENTES e sem TEMPEROS. Diariamente há conteúdo novo no blog em alguma das seções.

SITE DO GRUPO LET – O conteúdo do seu blog também pode agregar conhecimentos aos gestores de pessoas com sede de novas filosofias para implantar em suas empresas?

Claudia Klein – O conteúdo do meu blog não é ferramental. Não é um "Como fazer". O que eu escrevo está ligado à reflexão da postura ou atitude que escolhemos como gestores ou profissionais.

SITE DO GRUPO LET – E determinados profissionais, da Gestão de Pessoas ou não, se quiserem postar um artigo em seu blog, o que devem fazer?

Claudia Klein – Normalmente deve me enviar por e-mail o artigo com a solicitação. Eu avalio o tema, o enfoque, a qualidade do texto, se o mesmo não expõe alguém ou alguma empresa de forma pejorativa. Tenho muito cuidado em proteger nomes de pessoas.

SITE DO GRUPO LET – Conte uma situação interessante que tenha vivenciado e lhe criado aprendizado por meio do seu blog...

Claudia Klein – Por meio do blog já aprendi que às vezes as pessoas se sentem limitadas ou pressionadas pelas novas relações de trabalho. Elas sofrem um pouco o paradoxo de suas escolhas. Temas nos quais trago o exemplo de pessoas que repensaram suas carreiras têm uma audiência/visitação imensa. Aprendo também que há muita gente querendo repensar seu destino, sua realidade. Sobretudo com o advento da Internet, com qualquer um de nós podendo gerar conteúdo, está multiplicado o número de possibilidades de atuação. Hoje há muita diversidade nas relações de trabalho.

SITE DO GRUPO LET – Isso é positivo por um lado, mas negativo por outros, não é? Cria insegurança...

Claudia Klein – O que percebo é um aumento do número de pessoas que se questionam. Isso aumenta o medo, sem dúvida. Aprendemos a olhar trabalho como uma coisa e vida pessoal como outra. Mas isso também esta sendo revisto.

SITE DO GRUPO LET - Sua rede de contatos profissionais se ampliou após a criação do blog? Fale-nos um pouco sobre este aspecto

Claudia Klein – É natural que a rede se amplie em termos quantitativos. Fico em contato com um público de origem mais diversa. Normalmente dentro da atividade que temos é comum nos restringirmos a relações em um horizonte mais limitado. Quando estou em uma exposição como essa, não há barreiras. Qualquer um pode acessar. Todo contato é qualitativo na verdade. Vejo muita positividade no diverso, pois o inesperado traz mais conhecimento novo. Mais importante do que aumentar a quantidade é você ter a consciência de aproveitar a exposição a uma diversidade de relações.

SITE DO GRUPO LET - De que forma o estilo blogueiro tem hoje no seu entendimento contribuído para o desenvolvimento das práticas em Gestão de Pessoas ou RH ou pode contribuir para quem desejar criar um blog em uma empresa?

Claudia Klein – A criação de um blog requer, antes de tudo, avaliação do tempo que vai ser preciso para você se dedicar a esta ferramenta, dimensionando os conteúdos necessários. Também digo para que o gestor escreva sobre algo que tenha paixão, pois é preciso estar vinculado àquele tema mais do que uma obrigação. A paixão move demais a melhoria contínua. Nem sempre inovação é palavra chave em um blog. Você pode escrever sobre o óbvio dentro do seu ponto de vista. Pode ser uma reflexão sobre algum tema ao qual já estejamos acostumados. O fato é que quando penso em termos de blogs nas empresas, afirmo que esta é uma tendência em qualquer segmento de negócio. É um caminho natural o blog substituir parte da intranet.

SITE DO GRUPO LET – A intranet é vista pelos funcionários das organizações muito como algo "de cima para baixo"...

Claudia Klein – E é. E tem que existir. É necessário existirem ambos: o blog e a Intranet. Contudo, a Intranet não consegue dar dinamismo ou fluxo à informação.

SITE DO GRUPO LET – Já ouvi de muitos gestores a seguinte afirmação: "não vou criar um blog na minha empresa porque isso irá tirar os meus funcionários do foco no negócio". O que você pensa sobre isso?

Claudia Klein – Penso que toda empresa deve ter um blog. O momento e a forma têm que respeitar a cultura e o negócio daquela empresa. Mas o respeitar não é motivo para não fazer. A resistência ao novo está diminuindo. Os gestores vão ter que redesenhar a definição do que é "perder o foco". Porque os funcionários que estão chegando ás empresas convivem com mídias sociais o dia inteiro. O foco dos nossos profissionais é dividido em mais coisas. Gestores não devem ter postura proibitiva. Em uma sociedade onde os relacionamentos são em rede, as relações de uma empresa não podem ser somente as hierárquicas ou aquelas definidas por organogramas. As pessoas hoje precisam trabalhar em rede em qualquer tipo de negócio. Todo mundo vai aderir a isso. É só questão de tempo.

SITE DO GRUPO LET - Quais são seus planos em relação ao Blog para o futuro?

Claudia Klein – Um blog também é um business. Ele tem a interação por conteúdo e isso amplia a credibilidade. Funciona como uma porta para estabelecer outras formas de negócio: consultoria, palestras, entre outras.

SITE DO GRUPO LET - É favorável às vezes sair um pouco do escritório e "dar uma visualizada periférica", "em volta da casca"? Por que?

Claudia Klein – É natural que após muito tempo determinada atividade de trabalho que você domina não te gera mais desafios, não o tira mais da zona de conforto. A oportunidade de você se reinventar, se descobrir, com as vantagens e desvantagens, as perdas e os ganhos, é, sem sombra de dúvida um momento de crescimento profissional e pessoal. Com os meus erros e acertos eu fui executiva durante muitos anos. Em um determinado momento de vida senti a necessidade de me expor a novos desafios. Hoje olho o mundo corporativo com a visão e a experiência prática de quem já viveu aquilo. Sem o compromisso com a rotina administrativa fica mais simples trazer reflexões, soluções e problemáticas sobre o mundo da Gestão de Pessoas.

 

Notícias
VER TODAS AS NOTÍCIAS
 
Blog Corporativo: po...
Grupo LET ganha Prê...
CONARH 2010 – ..
CONARH 2010 – PE...
CONARH 2010 – Jo...

Artigos
 
Artigo de Julho / 2007
Artigo de Maio / 2007
Artigo de Março / 2007
Artigo de Fevereiro / 2007
Artigo de Janeiro / 2007
Artigo de Novembro / 2006
Artigo de Setembro / 2006
Artigo de Agosto / 2006
Artigo de Julho / 2006
Artigo de Junho / 2006

Portfolio
    Início do “vôo solo”
  Nasce a LET
  Filiais
  São Paulo
  Projeção para o futuro
 
MembroOficial:
^ acessar o site
|| ||     São inúmeras as oportunidades oferecidas pelo Grupo Let. Não perca tempo!                                                                                                                                                                                     Faça logo seu cadastro em nosso Banco de Oportunidades e Talentos.                                        
 
Webstaff  ::  www.imailer.com.br ^ NPA ^ Rh Nacional