"A tecnologia não espera o ser humano, o ser humano tem que se mexer para acompanhar a tecnologia"
JUNHO2006  
De Joaquim Lauria

Diretor Geral do Grupo LET e Diretor de Marketing da ABRH-RJ
(Associação Brasileira de Recursos Humanos – seccional Rio de Janeiro)
 

Caro internauta: a nossa intenção com o novo layout do site do Grupo LET é bem clara. Na verdade somos uma empresa prestadora de serviços e por isso pretendemos que a cada dia as pessoas que acessem o nosso site tenham mais acesso a informações gerais sobre o amplo universo de Recursos Humanos.

Então queremos oferecer a você boas entrevistas, artigos interessantes sobre temas atuais e instigantes e muito mais. Vamos trazer para aqui exporem suas idéias outras pessoas da área de RH e também de outras áreas, mas que desenvolvam assuntos ligados diretamente àquilo a que hoje chamamos de "gestão de pessoas".

Enfim, queremos que o site seja não apenas de pessoas que queiram se cadastrar, não apenas de pessoas que busquem vagas para trabalho, mas que seja também um site de consulta, de pesquisa em Recursos Humanos. Observo constantemente que hoje falta muita fonte aos estudantes de Administração, de Psicologia (e de outras áreas afins) que buscam a especialização em RH. Queremos recomendar livros, falar de coisas novas que estejam acontecendo no mercado, de estratégias de determinadas organizações, independente de serem nossos clientes ou não. Quem está fazendo o bem temos que sempre elogiar. Pretendo que o site do Grupo LET tenha validade tecnológica para quem trata a questão da gestão de pessoas.

Se o público terá um presente especial com o nosso site, os nossos clientes também serão bem contemplados. Vamos procurar construir uma interação de modo que muitas vezes algum tipo de produto ou de serviço que prestamos a algum cliente tenha visibilidade para todos os demais. Dessa forma, cada empresa verá com maior clareza de que forma aquele tipo de serviço poderá se encaixar em sua cultura organizacional, em sua realidade. Com essa velocidade de informação que existe hoje não podemos informar e divulgar em bom tempo a todos os clientes tudo o que fazemos em todos os clientes se não tivermos uma plataforma eficiente como é um site - ou como se deseja que este seja.

E o quê divulgar? Muita coisa. Senão vejamos alguns exemplos: programas de busca talento, programas eficientes de estágio e o treinamento que estamos fazendo com nossos profissionais. Aqui no Grupo LET, a cada dia estamos mais investindo em nossos profissionais. Hoje estamos fazendo reciclagem com nossas 14 psicólogas em duas áreas que elas ponderaram serem muito importantes. Isso vamos também divulgar para os clientes. Tudo isso ajuda a colocar o Grupo LET em posição competitiva no mercado de trabalho.

E falando sobre mercado de trabalho o que me dá conforto é que as empresas estão trabalhando independente da demanda de mercado de trabalho atendida pelo governo. Então as empresas continuam crescendo e procurando profissionais talentosos, mesmo com alta carga tributária. É muito positivo o fato de as empresas não estarem mais acomodadas. No passado elas viviam esperando uma solução do governo. Hoje você vê que a maioria das empresas vai para o seu livre comércio. Estamos trabalhando e fazendo o país crescer.

Durante as situações econômicas conturbadas os empresários acabam tendo que encontrar suas próprias saídas e com isso eles abrem um novo mercado. As importações e exportações andam da mesma forma, com ou sem incentivo, com dólar baixo ou não. O mercado de empregos não depende mais exclusivamente das políticas públicas. Basta tomar o exemplo do Grupo LET: nós sempre temos muitas vagas em aberto, mas a qualificação caiu muito.

Por quê? No passado as empresas levavam seus profissionais no colo, hoje em dia isso acabou. Cada um tem que buscar sozinho a sua qualificação. E infelizmente uma grande parte da população não consegue ver isso; não se qualifica, não treina, não procura novas metas. Por isso fico surpreso quando vejo alguém acima da faixa dos 50 anos procurando se atualizar. Isso é fantástico!

Paradoxalmente vemos que os mais jovens não estão querendo muito se atualizar. Hoje não existe mais mercado para curioso. Um metalúrgico de torno trabalha com um laptop na mão, bem diferente da época em que o nosso presidente perdeu o dedo no torno. Hoje mudou muito a qualificação desse profissional. A cada dia a exigência é maior para todas as funções. A tecnologia não espera, não tem paciência com as limitações do ser humano. O ser humano tem que se mexer para acompanhar a tecnologia. E isso não é simples. Depende de educação e o Brasil não investe o suficiente em educação. Mesmo no ensino superior os cursos têm que se atualizar e não o estão fazendo na velocidade ideal. A tecnologia também está mais rápida do que qualquer curso em nível técnico e superior. Penso que nenhum curso universitário deveria ter mais de dois anos. O restante da formação deveria fazer parte da experiência que a pessoa adquire trabalhando.

Nesse ritmo, muitas empresas têm cargos em aberto porque não conseguem no mercado profissionais com a qualificação desejada. O hiato entre tecnologia e pessoas só tende a aumentar, porque a tecnologia não tem como ser parada.

E como a LET contribui para solucionar este problema? Como o cliente tem o direito de nos pedir profissionais para determinados cargos os quais encontramos enorme dificuldade para suprir a LET tem nos últimos dois ou três anos investido em oficinas para capacitar as pessoas. Quando vamos a um cliente e vemos que há dificuldade para alinhar pessoas ao cargo, realizamos mais do que um processo de recrutamento e seleção, monitoramos os selecionados, damos cursos, geralmente com instrutores que têm expertise no assunto. Enfim, procuramos realizar dentro das empresas estágios para adequar os profissionais às organizações.

Hoje é muito difícil ter profissional pronto para qualquer lugar. Acho que isso o que fazemos é apenas um pequeno grãozinho, mas acho que se cada empresa fizesse isso teríamos profissionais melhores capacitados no mercado.



Notícias
VER TODAS AS NOTÍCIAS
 
Blog Corporativo: po...
Grupo LET ganha Prê...
CONARH 2010 – ..
CONARH 2010 – PE...
CONARH 2010 – Jo...

Artigos
 
Artigo de Julho / 2007
Artigo de Maio / 2007
Artigo de Março / 2007
Artigo de Fevereiro / 2007
Artigo de Janeiro / 2007
Artigo de Novembro / 2006
Artigo de Setembro / 2006
Artigo de Agosto / 2006
Artigo de Julho / 2006
Artigo de Junho / 2006
 
MembroOficial:
^ acessar o site
|| ||     São inúmeras as oportunidades oferecidas pelo Grupo Let. Não perca tempo!                                                                                                                                                                                     Faça logo seu cadastro em nosso Banco de Oportunidades e Talentos.                                        
 
Webstaff  ::  www.imailer.com.br ^ NPA ^ Rh Nacional